Planejando

Vídeo completo do Desenvolvimento Fetal a cada semana do bebê

Vídeo completo do Desenvolvimento Fetal a cada semana do bebê

Desenvolvimento Fetal semana a semana from Ferrari on Vimeo.

Para ler a matéria completa com todas as informações detalhadas sobre a gestão por semana e saber mais sobre o desenvolvimento fetal semana a semana, clique aqui.

Vacinas Antes da Gravidez

Infelizmente nem todos os médicos orientam suas pacientes quanto a importância de se manter o calendário de vacinas atualizado, assim como já fazem com os exames ginecológicos de rotina. Toda mulher em idade fértil independente se está ou não planejando a gravidez deve estar atenta ao controle da sua carteirinha de vacinação. Assim, estará protegendo a sua saúde e evitando problemas caso venha a engravidar antes do esperado.

Se você está planejando engravidar e não está em dia com as vacinas essenciais, veja a tabelinha e orientações abaixo.           

Continuar…

Ácido Fólico na Gestação

Se você está planejando um bebê é importante que a sua saúde esteja plena e em dia em todos os quesitos como já citamos na matéria

Essa é a grande vantagem de se programar uma gravidez onde a mulher pode ter o tempo necessário para colocar a sua saúde em dia e preparar o seu corpo para a gestação. 

O ácido fólico ou folato também conhecido como vitamina M ou B9 é uma vitamina pertencente ao complexo B necessário para a formação de proteínas estruturais, durante a síntese de DNA, RNA e para produção de novas células e é extremamente importante na gestação.

A falta de ácido fólico aumenta a possibilidade de um defeito do tubo neural do bebê. O tubo neural que tem seu desenvolvimento logo nos primeiros 28 dias de gestação é o início do sistema nervoso do embrião para a formação do cérebro e medula espinhal.

A chamada espinha bífida é uma malformação congênita do sistema nervoso central na qual as vértebras (ossos da coluna vertebral) que cercam a medula espinhal se fecham de forma incompleta. Além da espinha bífida e anencefalia (ausência parcial ou total do cérebro), há estudos e evidências que comprovam que a deficiência de ácido fólico no organismo da mãe também pode ocasionar problemas como lábio leporino e fenda palatina, cardiopatia (doença cardíaca congênita) e o risco de um parto prematuro e aborto espontâneo.  /p>

Estudos e pesquisas indicam que a ingestão de ácido fólico pelo menos um mês antes da concepção e durante os três primeiros meses de gestação reduz de modo significativo a incidência desses problemas.

Nos Estados Unidos os médicos ginecologistas recomendam uma dose diária de 0,4 mg ou 400 mcg para todas as mulheres em idade fértil independente de ter ou não intenção de engravidar a curto prazo. 

Existem muitos alimentos ricos em ácido fólico que devem fazer parte do cardápio da futura mamãe; Veja abaixo uma lista desses alimentos;

Continuar…

Exames e Cuidados Antes de Engravidar

Se está pensando em encomendar um bebezinho, saiba abaixo sobre alguns exames e cuidados essenciais para que tenha uma gravidez tranqüila e saudável.

1 – Enriqueça sua alimentação e comece a tomar ácido fólico –  Seu organismo tem que estar forte e preparado para o perfeito desenvolvimento do bebê e para que isso ocorra você deve policiar o que deverá e poderá fazer parte da sua dieta alimentar e suprir qualquer deficiência de ácido fólico através do suplemento encontrado em qualquer farmácia. Clique aqui para ler nossa matéria que fala especialmente sobre ácido fólico – essa poderosa e essencial vitamina!  

2 – Escolha do Médico Ginecologista Obstetra – Se a futura mãe ainda não possui um médico de sua confiança, é hora de começar a procurar! Converse com amigos e parentes que já tiveram filhos para trocar idéias e saber de suas experiências com seus respectivos médicos, lembrando que a indicação não é sinônimo da escolha perfeita. Marque consultas para conversar e poder sentir o grau de afinidade entre médico e futuros pais. É importante que você se sinta a vontade e confortável para tirar qualquer tipo de dúvida e também se sinta confiante quanto ao grau e postura profissional do médico, além da estrutura e vantagens que o seu consultório oferece.    

3 – Marque uma consulta com o ginecologista – Mesmo que ainda não tenha decidido pelo médico ideal que acompanhará sua gravidez, marque uma consulta para avaliação geral da sua saúde. Você deve conversar com o médico sobre sua intenção de engravidar, para que ele realize os exames essenciais para essa fase e também faça as orientações cabíveis. Nesse momento é importante expor todas as suas dúvidas e problemas de saúde sua e do seu marido, histórico da saúde familiar, remédios que vem tomando rotineiramente ou hábitos que precisam ser corrigidos. Alguns exames são básicos para avaliar a saúde da mulher que pretende engravidar, como hemograma completo, sorologia para rubéola e toxoplasmose, glicemia, papanicolau e ultrasom pélvico para examinar o útero, as tubas uterinas e os ovários. Veja com o seu médico as vacinas essenciais que deverá tomar antes de engravidar seguindo o seu calendário vacinal (conforme próximo item). Para o futuro papai será pedido hemograma completo (inclusive com a tipagem sanguínea) sendo também aconselhável um espermograma para checar a saúde dos seus espermatozóides. 

4 – Coloque em dia a sua carteirinha vacinal –  Às vezes não nos damos conta de tamanha importância em manter nossas vacinas em dia. Mas quando a mulher está planejando uma gravidez é extremamente importante consultar sua carteirinha ou refazê-la por completo no caso de não tê-la ou não se lembrar das imunizações e doses já tomadas.  Dependendo das vacinas a serem tomadas como por exemplo a de Hepatite B e Hepatite A é preciso um tempo mínino de 6 meses antes de engravidar já que são 3 doses necessárias (2ª dose deve ser tomada 30 dias após a 1ª e a 3ª dose 5 meses após a 2ª dose). Outras vacinas importantes são contra Rubéola, Sarampo, Caxumba e Febre Amarela sendo o ideal um intervalo mínimo de 3 meses antes de engravidar e a Anti-tetânica e Difteria ou DT adulto. Você pode pedir a orientação do seu médico durante a consulta ou ir a um posto de saúde mais próximo onde também poderão lhe orientar e colocar em dia as vacinas e doses necessárias para a sua saúde e do futuro bebê. Veja calendário de vacinação para mulheres em idade fértil.

Obs – A Vacina contra Hepatite B é gratuita nos postos públicos de saúde apenas para pessoas até 19 anos de idade ou públicos específicos como manicures, pedicures, podólogos entre outros que estão mais sujeitos ao contágio. Se for vacinar em clínica particular você já pode optar pela vacina combinada Hepatite A + Hepatite B administrada também em 3 doses como citado acima.

Continuar…